Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

terça-feira, novembro 1

Dólar comercial fecha em alta de 2,02% e volta a ficar acima de R$ 1,73

Dólar comercial fecha em alta de 2,02% e volta a ficar acima de R$ 1,73

01 de novembro de 2011 • 17h22 Por: Equipe InfoMoney

SÃO PAULO - Após ter fechado outubro com sua maior queda mensal desde maio de 2009, o dólar comercial vem dando sinais de recuperação nesta semana. Depois de subir 1,11% na segunda-feira (31), a moeda norte-americana terminou esta terça-feira (1) véspera de feriado nacional com variação positiva de 2,02%, cotado na venda a R$ 1,7375. A valorização acumulada nesses dois dias já chega a 3,15%.

O aumento da aversão ao risco - que favorece o aumento da procura por investimentos mais seguros, como é o caso do dólar - se dá em função do anuncio surpreendente de que a Grécia fará um plebiscito para ratificar o plano de resgate ao país. O primeiro ministro grego, George Papandreou anunciou um plebiscito, provavelmente em janeiro, para ratificar o plano de resgate ao país, que inclui cortes no orçamento e na previdência pouco populares junto a sindicatos, estudantes e classes trabalhadoras.

A noticia impactou no mercado que já tinha assistido à aprovação do Congresso grego das medidas demandadas pelos credores do país e os bancos privados já haviam concordado com o desconto de 50% no valor de face dos novos títulos Gregos, que deverão substituir os títulos atuais.

Agenda econômica
Na pauta econômica doméstica, os investidores acompanham por aqui a Pesquisa Industrial Mensal: Produção Física Brasil, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que apontou queda de 2% na produção industrial em setembro.Já a FGV (Fundação Getulio Vargas) mostrou o IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor - Semanal da quarta quadrissemana de outubro, que marcou inflação de 0,26%.

Por fim, a balança comercial apontou superávit de US$ 2,355 bilhões no fechamento de outubro, segundo o MDIC (Ministério do Desenvolvimento da Indústria e Comércio Exterior).

Já nos EUA, o Departamento de Comércio dos Estados Unidos divulgou o Construction Spending, que mede os gastos públicos e privados decorrentes da construção de imóveis no país, e subiu 0,2% em setembro. Enquanto isso, o ISM Index, que mede o nível de atividade industrial norte-americana, e atingiu 50,8 pontos.

Dólar futuro, Ptax e pronto
Na BM&F, o contrato futuro com vencimento em dezembro encerrou o dia cotado a R$ 1.751, forte alta de 1,13% em relação ao fechamento de R$ 1.731 da última segunda-feira. O contrato com vencimento em janeiro, por sua vez, fechou em forte alta de 4,35%, atingindo R$ 1.762 frente à R$ 1.689 do fechamento de segunda-feira.

Já o dólar Ptax, que referencia os contratos futuros na BM&F Bovespa, fechou cotado a R$ 1,7506 na venda, alta de 3,68%.

O dólar pronto, que é a referência para a moeda norte-americana na BM&F Bovespa, registrava R$ 1,73550000.

FRA de cupom cambial
Por fim, o FRA de cupom cambial, Forward Rate Agreement, referência para o juro em dólar no Brasil, fechou a 2,14 para janeiro de 2012, 0,26 ponto percentual abaixo do que foi registrado na sessão anterior.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.