Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

sexta-feira, agosto 26

Bernanke e Trichet devem calibrar humor do mercado no fechamento da semana

Bernanke e Trichet devem calibrar humor do mercado no fechamento da semana

26 de agosto de 2011 • 09h15 Por: Equipe InfoMoney

SÃO PAULO - "Todo o foco estará com o discurso de Ben Bernanke nesta sexta-feira (26)", dispara sem rodeios o analista Kasper Kirkegaard, do Danske Bank.

Para ele, apesar da expectativa, o consenso de mercado parece apontar para um não-comprometimento do Federal Reserve com um QE3 (Quantitative Easing 3). "A maioria dos analistas está falando sobre como Bernanke irá tentar convencer o mercado de que as medidas monetárias não estão esgotadas, mas evitará prometer um novo alívio quantitativo", explica Kirkegaard.

Mãos atadas
Como justificativa, Bernanke deve afirmar que, por ora, está de mãos atadas em razão da luta contra a inflação, mas que possui outras ferramentas para trabalhar a política monetária.

Em meio a toda essa ansiedade, não surpreende que os principais índices acionários de Wall Street, ainda em pré-market, sinalizem abertura com sinais negativos, já que investidores aguardam as palavras do presidente do Fed para calibrar seu humor na última sessão da semana.

Discursos alinhados
O discurso de Bernanke tem início previsto para as 11H00, de Brasília, na conferência de Jackson Hole. Não menos importante, após a fala do presidente do Fed, será a vez de Jean-Claude Trichet, presidente do BCE (Banco Central Europeu) ter a palavra.

"Ele também deve decepcionar aqueles que esperam um novo plano de estímulo", prevê Kirkegaard, e muito provavelmente "também usará a justificativa de que a inflação impõe um obstáculo", completa.

O peso do discurso das principais autoridades econômicas do planeta em um momento tão delicado deixa em segundo plano alguns indicadores que, embora não estejam no foco do dia, não devem ser deixados de lado.

Outras referências
Neste sentido, investidores devem ter atenção à segundo prévia do PIB (Produto Interno Bruto) do segundo trimestre, prevista para ser divulgada às 9H30. Embora o indicador tenha como referência um momento anterior ao agravamento da crise, será uma boa referência acerca de quantas anda a atividade dos EUA.

Em seguida, às 10h55, será a vez do Michigan Sentiment, que denotará a confiança do consumidor norte-americano em agosto, aí sim já abrangendo o crescimento vertiginoso do nervosismo observado desde o início do mês.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.