Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quarta-feira, julho 13

Dólar registra queda de 0,44% na esteira das referências internacionais

Dólar registra queda de 0,44% na esteira das referências internacionais

13 de julho de 2011 • 16h50 Por: Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – O dólar comercial registrou queda de 0,44% nessa quarta-feira (13), cotado R$ 1,574, na esteira das referências internacionais, com os agentes repercutindo indicadores norte-americanos e chineses, além das intervenções do Banco Central.

Além disto, o dólar Ptax, que referencia os contratos futuros na BM&F Bovespa, fechou cotado a R$ 1,5754 na compra e a R$ 1,5762 na venda, baixa de 0,07% em relação ao fechamento anterior.

No front doméstico, o Banco Central realizou um leilão de compra de dólares no mercado cambial à vista. A operação ocorreu entre às 15h37 (horário de Brasília) e às 15h42 e teve uma taxa de corte aceita em R$ 1,5745. Essas compras já movimentaram US$ 1,585 bilhão em julho, até a última sexta-feira, levando as reservas internacionais para o patamar de US$ 338,318 bilhões.

O BC também vendeu 11.450 contratos de leilão de swap cambial reverso, 38% dos 34 mil ofertados, movimentando US$ 563,3 milhões. Com isso, o governo já realizou 21 leilões em 2011.

Ainda por aqui, o destaque fica por conta dos números do fluxo cambial mostrando saldo positivo acumulado de US$ 41,355 bilhões nesse ano até a última sexta-feira. A autoridade monetária brasileira também divulgou o IBC-Br (Índice Mensal de Atividade do BC) registrou variação negativa de 0,68% na passagem de abril para maio.

Referências internacionais
Na maior economia mundial, destaque para o discurso do presidente do Fed, Ben Bernanke, que afirmou que caso a fragilidade da recuperação econômica norte-americana se mostre mais duradoura do que o previsto, o Federal Reserve já elenca três possíveis programas de estímulo para o país.

O endividamento também é alvo de preocupação de Bernanke, lembrando que o déficit orçamentário do país alcançou a quantia de US$ 43,1 bilhões em junho.

Já no contexto da crise europeia, destaque para o corte do ratinh da dívida de longo prazo da Grécia, realizado pela agência de classificação de risco Fitch, de B+ para CCC, com perspectiva negativa, embora o mercado respire aliviado após governo italiano chegar a um consenso sobre o corte de € 47 bilhões em um novo pacote de austeridade para o país.

Por fim, no extremo oriente, destaque para a China, que registrou crescimento de 9,5% de seu PIB (Produto Interno Bruto) no segundo trimestre deste ano, resultado que superou as projeções dos analistas.

Dólar comercial e futuro
O dólar comercial fechou cotado a R$ 1,5720 na compra e R$ 1,5740 na venda, baixa de 0,44% em relação ao fechamento anterior. Apesar desta queda, o dólar acumula valorização de 0,77% em julho, frente à baixa de 1,14% registrada no mês passado. No ano a desvalorização acumulada da moeda norte-americana já chega a 5,53%.

Na BM&F, o contrato futuro com vencimento em agosto segue o dia cotado a R$ 1,582, leve alta de 0,03% em relação ao fechamento de R$ 1,581 da última terça-feira. O contrato com vencimento em setembro, por sua vez, opera em leve alta de 0,06%, atingindo R$ 1,593 frente à R$ 1,592 do fechamento de terça-feira.

O dólar pronto, que é a referência para a moeda norte-americana na BM&F Bovespa, registrava R$ 1,5750000.

FRA de cupom cambial
Por fim, o FRA de cupom cambial, Forward Rate Agreement, referência para o juro em dólar no Brasil, fechou a 3,15 para setembro de 2011, 0,31 ponto percentual abaixo do que foi registrado na sessão anterior.

Marcadores:

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.