Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

sexta-feira, julho 15

Dólar cai 0,19% na sexta-feira, mas fecha a semana com valorização de 0,64%

Dólar cai 0,19% na sexta-feira, mas fecha a semana com valorização de 0,64%

15 de julho de 2011 • 17h05 Por: Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – Apesar da queda de 0,19% vista nesta sexta-feira (15), o dólar comercial conseguiu fechar a semana no azul, acumulando valorização de 0,64% entre os dias 11 e 15 de julho, terminando cotado a R$ 1,575 na venda. Com muitas referências no front doméstico, nos EUA e na Europa, a moeda norte-americana manteve-se no negativo durante todo o intraday, a despeito do clima instável visto no mercado de ações brasileiro.

Já o dólar Ptax, que referencia os contratos futuros na BM&F Bovespa, fechou cotado a R$ 1,5788 na compra e a R$ 1,5796 na venda, alta de 0,09% frente ao fechamento de quinta-feira, acumulando alta de 0,70% na semana.

No front doméstico, o Banco Central realizou um leilão de compra de dólares no mercado cambial à vista. A operação ocorreu entre às 15h35 (horário de Brasília) e às 15h408 e teve uma taxa de corte aceita em R$ 1,5745.

Estados Unidos
Na véspera, a agência de classificação de risco Standard & Poor's colocou o rating dos EUA sob revisão para um possível rebaixamento, frente às dificuldades para um acordo político no congresso do país a respeito do teto para a dívida pública, seguindo a Moody’s que já havia realizado esse movimento nessa semana, aumentando a percepção negativa no mercado.

Na agenda econômica do país, destaque para a confiança do consumidor norte-americano em julho, que ficou abaixo das expectativas do mercado. Já o CPI (Consumer Price Index) registrou deflação de 0,2% em junho, contra queda de 0,1% esperada pelo mercado, enquanto o Core CPI, que exclui os itens mais voláteis, teve avanço de 0,3%, ante projeções de aumento de 0,2%.

Ainda na principal economia do mundo, o New York Empire State Index, indicador da atividade industrial na região de Nova York em julho chegou a 3,76 pontos negativos, contra previsão de 1,0 ponto positivo. Enquanto isso, a produção industrial norte-americana apresentou alta de 0,2% em junho, resultado em linha com as projeções do mercado. A capacidade industrial utilizada atingiu 76,7%.

Teste de estresse europeu
Outra referência importante na sessão foi o teste de estresse realizado com 90 bancos de 21 países da União Europeia, mostrando que oito instituições financeiras foram reprovadas, resultando em um déficit de € 2,5 bilhões, informou a EBA (European Banking Authority). De acordo com informações da Dow Jones, dos oito bancos reprovados, cinco eram espanhóis, dois eram gregos e um da Áustria também.

Dólar comercial e futuro
O dólar comercial fechou cotado a R$ 1,5730 na compra e R$ 1,5750 na venda, baixa de 0,19% em relação ao fechamento anterior. Apesar desta queda, o dólar acumula valorização de 0,83% em julho, frente à baixa de 1,14% registrada no mês passado. No ano a desvalorização acumulada da moeda norte-americana já chega a 5,47%.

Na BM&F, o contrato futuro com vencimento em agosto segue o dia cotado a R$ 1,579, baixa de 0,28% em relação ao fechamento de R$ 1,584 da última quinta-feira. O contrato com vencimento em setembro, por sua vez, opera em baixa de 0,25%, atingindo R$ 1,592 frente à R$ 1,596 do fechamento de ontem.

O dólar pronto, que é a referência para a moeda norte-americana na BM&F Bovespa, registrava R$ 1,5750000.

FRA de cupom cambial
Por fim, o FRA de cupom cambial, Forward Rate Agreement, referência para o juro em dólar no Brasil, fechou a 3,45 para setembro de 2011, 0,30 ponto percentual acima do que foi registrado na sessão anterior.

Marcadores:

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.