Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

segunda-feira, abril 18

OGXP3 é destaque de baixa

OGXP3 é destaque de baixa.

Comentário de Fechamento, com Leandro Ruschel 18/04/2011

IBOV Testa suporte no momento. Sobre-vendido. Expectativa de algum repique no curto prazo.

OGXP3 Grande gap de baixa hoje. Volume bem acima da média. Expectativa de busca do fundo anterior em 15,90.

Setor de siderurgia e petróleo esticado para baixo

Setor de bancos foi destaque pelo teste de suportes importantes, como BBAS3 e BBDC3.

JBSS3 Perde fundo anterior. Sugere manutenção de pressão vendedora.

BRSR6 Baixa liquidez. Consolida resistência em 21,00. Suporte em 18,80 sendo testado. Expectativa de retomada da compra.

USIM5 Trade segue em aberto, não caminha bem, mas ainda tenho alguma expectativa da repique.

BISA3 Apresentou bom comportamento. Expectativa de retomada da pressão compradora.

GFSA3 Mercado testa suporte importante, mas não tenho critérios para tendência de alta. Assim, fico de fora.

LREN3 Demostra força compradora, mas já vem de alguns dias de alta. Tendência de alta. Expectativa de manutenção da alta.

BVMF3 Expectativa de algum repique após a formação de três candles de indefinição. Tendência indefinida para um prazo maior.

CMIG4 Tendência de alta mais longa. Expectativa de retomada da alta. Busco por um sinal de reversão mais claro.

BRKM5 Movimentação mais negativa hoje, acima de topos anteriores. Expectativa ainda é de retomada da pressão compradora.

Marcadores:

Bookmark and Share

terça-feira, abril 12

Mercado perde suporte e volta a ficar indefinido

Mercado perde suporte e volta a ficar indefinido.

Comentário de Fechamento, com Leandro Ruschel 12/04/2011

IBOV Forte pressão vendedora no pregão de hoje. Perde suporte em 68 mil pontos.

PETR4 Concentrou a pressão vendedora. Pivot de baixa de um prazo maior. Sugere a busca dos 26,00 como suporte.

Setor de construção ofereceu também uma pressão vendedora maior.

EZTC3 Permitiu realização parcial no ativo.

BBDC4 e ITUB4 Perderam suportes importantes.

BBDC3 Tem espaço ainda para cair até o suporte.

SANB11 Mais fraco que as outras do mesmo setor.

ITSA3 Pode se enquadrar em um setup de correção. Interessante desde que respeite 12,00 com suporte.

DROG3 Não vejo sinal claro de entrada. Suporte em 11,70.

HYPE3 Congestiona. Faz sombra inferior. O rompimento da máxima dessa congestão pode sugerir uma entrada, e retomada da alta para um prazo maior.

GOLL4 Não vejo uma LTA, vejo o teste de um fundo anterior como suporte. Chega próximo da mínima. Não vejo entradas no momento. Tendência de baixa de um prazo maior.

JBSS3 Congestiona. A perda do suporte me chamaria a atenção para uma venda no ativo.

LREN3 Sinalização de força compradora importante. Expectativa de retomada da pressão compradora.

AMBV4 Movimento mais lateral. Suporte em 44,00 e resistência em 47,20. Avalio uma entrada no rompimento da resistência mencionada.

Marcadores:

Bookmark and Share

domingo, abril 10

Análise Técnica 08/04/11 - Ibovespa

O índice não conseguiu se manter acima dos 70.000 pts pois logo os vendedores apareceram e o índice precipitou.

Temos no médio prazo um movimento lateral bem pronunciado e no curto prazo poucas possibilidade de trade.

O ponto é que o índice Dow Jones esgotou o seu movimento de alta e estamos neste momento testando sua principal resistência.

Na atual conjuntura acho mais provável os índices corrigirem mais um pouco antes da retomada de novas altas.


Marcadores: , ,

Bookmark and Share

quinta-feira, abril 7

IBOV sente resistência e recua

IBOV sente resistência e recua.

Comentário de Fechamento, com Thiago Bisi 07/04/2011

IBOV ontem deu sinal de força vendedora em cima de uma região de objetivo. Correção tem objetivo mínimo a média móvel de 9 e retração de 0,618. Provavelmente os preços vão buscar os 68100 pontos. Esperamos um rompimento forte e com volume para buscar operações no gráfico. O cenário ideal é que o mercado corrija lentamente até os 68100 pontos.

DJI testa a resistência dos 12300. Esperamos um recuo para novas operações.

Dólar rompeu uma importante zona. A queda está intensa. Este abriu com 0,8% de queda. O objetivo fica em torno de 1561.

Hoje o pregão foi meio travado entre 69400 e 68920. O viés foi baixista. Em torno das 15:00 houve tentativa de rompimento de suporte. No entanto, o rompimento não foi consistente. Ajustamos o suporte para 68830. O mais provável é o movimento de queda persistir.

O trade mais interessante de daytrade foi de CSAN3. Abriu com barra elefante, foi a primeira barra do dia. Na perda de 24,83 acionou venda. O alvo ficava 0,66% abaixo do ponto de entrada. Alcançou objetivo perto das 12:00. A média móvel de 9 foi utilizada como argumento de stop. Até o momento o stop não foi gerado.

RAPT4 está numa zona de resistência (LTB). As bandas estão bem abertas. Na perda da mínima de ontem o ativo caiu forte e depois retornou. Típica violinada. A mesma durou cerca de 8 minutos para voltar.

O ativo que mais se aproxima de um trade é a DROG3. Tendência de alta, média móvel de 21 ascendente. Preços hora a cima hora abaixo da média. No entanto, não está muito claro. Prefiro não abrir posição no ativo. Caso gerasse uma entrada poderia ser feita com metade do manejo de risco. O stop ficaria de 3,4% na região de 12,18.

ITUB4 está com cara de que vai retornar o movimento de alta. Pela minha técnica a superação de alguma máxima poderia gerar uma entrada.

Das operações em aberto a atualização que tivemos foi em NATU3. Gerou stop abaixo de 45,70.

RDCD3 temos tendência de alta, correção até a média móvel de 21 períodos e os preços estão acima da média. Temos 3 critérios para uma tendência de alta. O ativo busca o objetivo mínimo de correção. Esse papel se enquadra numa operação de correção. O stop ficaria abaixo de 23,22 pela volatilidade. O alvo ficaria a mesma distância para cima.

EVEN3 faz uma correção até a retração de 50%. No entanto, ela continua com uma cara curta. Temos poucos candles de correção em relação a alta. Prefiro ficar de fora para a correção durar um pouco mais de tempo. O ideal é que a correção teste 8,35. Isso deixaria a operação mais tranqüila.

POMO4 está distante do suporte e mais próximo da resistência. A média móvel de 9 vem sendo respeitada. Se a média gerar stop o ativo pode buscar a MM21. O mais provável seria o teste da mm21 para posterior congestão. Não há nada a fazer. Caso o rompimento ocorresse agora o mesmo seria esticado. O ideal seria uma consolidação antes do rompimento.

CYRE3 está numa transição de tendência. As bandas começam a se abrir no movimento altista. Define suporte importante em torno de 14,70. Os preços estão próximos de testar a retração de 0,328 da queda. A próxima zona de alvo é 17,56. O ideal seria a formação de um pivot de alta para montar uma posição.

CSAN3 nunca é uma boa fazer preço médio a não ser quando isso é planejado. Isso é interessante quando fazemos entradas parciais e o papel continua mostrando argumentos para ficarmos posicionados. Suporte em 23,90 e resistência em 26,80.

GGBR4 no diário não deu ponto de entrada. Devemos esperar uma sinalização de candle. Hoje não vemo argumentos sólidos para montar uma posição. O ativo está contra a MM21. Dentro da análise técnica básica existe argumentos de compra. A resistência da consolidação pode afetar a alta do ativo. O alvo parcial pode ser usado de acordo com a volatilidade. O stop pode ser trabalhado abaixo de cada nova mínima. O alvo provável pode ser a média móvel de 21 períodos.

LIGT3 tem resistência em 29,00. Entrar agora é perigoso, pois não está gerando trade.

ENBR3 teve rompimento no dia 30 de uma estrutura com 3 testes, o volume foi acima da média. O stop ficaria abaixo de 38,69 (3,6%). O ideal seria fazer uma entrada parcial. A realização parcial pode ser baseada na volatilidade ou na mesma distância do stop para a realização parcial. O importante é o plano de trade. É importante ajustar o gráfico para ver a nova posição do stop.

BRTO4 fez um fechou fora fechou dentro ontem. Gerou venda hoje. O stop fica acima da máxima 15,92 (3,6%). O alvo parcial fica em torno de 14,80. O stop do resto da posição é ajustado acima de cada nova máxima.

BRKM5 tivemos apenas 3 candles de correção, o que é uma correção curta no tempo. A correção mínima já aconteceu. O melhor seria esperar até, idealmente, 20,30 e aguardar um candle de reversão.

Marcadores:

Bookmark and Share

quarta-feira, abril 6

Mercado indica correção

Mercado indica correção.

Comentário de Fechamento, com Thiago Bisi 06/04/2011

IBOV Mostrou ontem indefinição no teste de uma LTB. Hoje, reforça provável resistência e produz pregão com maior força vendedora. Suporte imediato em 68200, aproximadamente.

DOLFUT Tendência de baixa para um prazo mais longo. Suporte apenas no fundo de 2008.

O índice hoje fez um bom dia direcional para baixo, possibilitando boas entradas em operações vendidas.

CPFE3 Stop de proteção acionado hoje. Trade bem lucrativo.

ELPL4 Stop de proteção acionado hoje. Trade bem lucrativo.

VALE5 Estava em tendência de baixa. Agora, com o rompimento do antigo suporte perdido, que servia como resistência, temos uma tendência mais indefinida. Prefiro ficar de fora.

ODPV3 Configura possível pullback. Testa antiga resistência rompida, que serve agora como suporte para os preços. O rompimento de uma máxima chamaria a atenção para a retomada do movimento ascendente.

BVMF3 Entrou em tendência de alta. Já um pouco esticado, espero por alguma correção para os próximos pregões.

GGBR4 Formou um mastro e bandeira para baixo. O que me impediu de montar uma posição foi o teste do suporte na mínima do ano.

MPXE3 Faz consolidação com resistência em 40,15. O rompimento deste chama atenção para uma entrada na compra.

RAPT4 Tendência de alta para um prazo mais curto e tendência de baixa para um prazo maior. Faz candle de dúvida no momento, no teste de uma LTB mais longa. Não vejo entradas no momento, apesar de esperar por alguma correção nos próximos dias.

BRKM5 Tendência de alta no ativo. Apesar de esperar uma correção, ativo rompeu com força, prefiro não operar na venda.

BRTO4 Tendência de alta, sobre-comprado, longa da média de 21, faz um FFFD. Possibilidade de uma operação contra a tendência.

Marcadores: ,

Bookmark and Share

terça-feira, abril 5

IBOV Mantém expectativa positiva, de teste dos 72 mil pontos

IBOV Mantém expectativa positiva, de teste dos 72 mil pontos.

PETR4 Entre os ativos de maior liquidez, mostra mais pressão vendedora. Testou e respeitou suporte imediato.

GFSA3 Rompe resistência importante, de vários em 10,80. Relativamente esticado. Penso em uma entrada parcial, com metade da posição. Expectativa de manutenção da força compradora.

TERI3 Rompe 13,30, forma pivot de alta. Sugere busca dos 13,60. Monto uma posição menor.

CTIP3 Corrige após rompimento. Mantenho minha posição menor comprada. Expectativa ainda é positiva.

ECOR3 Recuou após rompimento, o que aumenta a possibilidade do mercado voltar a trabalhar em congestão.

PLAS3 Um fechamento mais próximo da máxima chamaria a atenção. No momento, não vejo entrada.

USIM3 Corrige desde último topo. Perdeu média de 21 e a mesma está para baixo. Tendência não é mais de alta. Pela dificuldade de definir a tendência, prefiro não abrir posições.

VALE5 Demonstrou força ontem. Não vejo possibilidades de trade na compra. Ainda testa resistência importante.

PRTX3 Rompe ontem com barra de força importante resistência. Próximo objetivo fica em 4,40. Já está um pouco esticado.

RAPT4 Segue movimentação positiva. Rompe resistência. No curto prazo, temos suporte dado pelo gap em 11,68. Já um pouco esticado no diário.

CSNA3 Testa resistência em 27,00. Setor mais complicado. Não vejo entradas no momento.

TNLP4 A falta de uma barra de força me impediu de fazer uma entrada no ativo. Suporte em 27,90. Parece formar uma bandeira.

INEP4 Faz candle afastado da média de 21. Mas, pela dificuldade de aluguel do ativo, nao abro uma posição.

TAMM4 Tendência de baixa. Não vejo entradas na compra no momento.

RSID3 Testou hoje resistência e apresentou sombra superior. Expectativa de alguma pressão vendedora.

TBLE3 Pode apresenta alguma pressão vendedora após teste de resistência com movimento prévio esticado.

PETR4 Permanece em tendência de alta mas fraca, pouco se movimenta. Apresentou hoje o teste de um suporte do curto prazo.

OGXP3 Demonstrou maior força compradora e testa resistência. Se romper, consolida a formação de um OCOI.

Marcadores:

Bookmark and Share

segunda-feira, abril 4

Bom dia Mercado!

Bom dia! Vamos ao mercado:

Câmbio
- Ativos iniciam semana em alta, influenciada por números positivos nos USA
na 6a feira.
- Europa: expectativa com alta de Juros na Zone do EUR 5a feira (vide
abaixo) contribui para valorização da moeda 1,4227 agora
- Tensão no Oriente médio: confiltos se intensificam no Iêmen e Líbia. WTI
US$ 108,24/barril
- Brasil: BRL continua a valorizar e está 1,6077. Analistas comentam que
Governo passaria a utilizar câmbio para segurar inflação. Por outro lado,
BC continua atuando, semana passada foram 18 intervenções (Valor). 17:30
Mantega se reunirá com Dilma e, provavelmente, esse câmbio assunto da
pauta.

Juros
- Europa: alta da inflação PPI (fev) 0,80% (MoM) e 6,60% (YoY) intensifica
discussões sobre necessidade de alta de Juros em breve. Próxima reunião do
BCEserá 5a feira e o consenso espera alta de 25 bps, de 1,00% para 1,25%
- Brasil: Inflação IPC-FIPe prévia (mar) 0,35% abaixo dos 0,40% esperados.
Juros abrem "de lado" Jan12 12,15% e Jan13 12,63%
- Pesuisa FOCUS: Selic2011 mantida 12,25% e IPCA2011 6,02% versus 6,00% na
semana passada
- USA: amanhã sai a Ata do FOMC

Bolsas / Mercado
- Ásia: alta sob efeito da queda no Desemprego USA para 8,80%
- Europa: alta (idem)
- Futuro S&P: leve alta (+0,17%)
- BOVESPA: safra de resultados corporativos continua

Agenda
USA: não há dados esperados para hoje

Bookmark and Share

domingo, abril 3

Análise Técnica 01/04/11 - Índice Bovespa

O índice vem de 3 altas consecutivas e conseguiu superar uma importante resistência.

O ponto agora é saber se vai conseguir se sustentar acima dos 69.100.

A maioria dos indicadores está apontando compra no entanto é bem provável que tenhamos um ajuste nos próximos dias em função dos demais mercados que estão sobrecomprados, como é o caso do Dow Jones

Por lá foram vários dias de recuperação e agora o índice está testando uma importante resistência que na minha opinião não vai conseguir superar com facilidade, somente com a conjunção de notícias otimistas e bons resultados de empresas.

No caso das empresas a coisa até que vai bem mas no quesito notícias mundiais com desastres no Japão e controntos na Líbia a coisa vai bem mau.

Marcadores: , ,

Bookmark and Share
Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.