Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quarta-feira, novembro 9

Ibovespa não se sustenta acima dos 31 mil pontos e encerra a 1ª etapa em baixa

Por: Equipe InfoMoney
09/11/05 - 14h04
InfoMoney

SÃO PAULO - Revertendo o desempenho positivo verificado por praticamente toda a manhã e esbarrando na barreira dos 31 mil pontos, o Ibovespa, que atingiu 31.232 pontos na máxima do dia, encerrou a primeira etapa em baixa de 1,14%, sendo cotado a 30.617 pontos. O volume financeiro no pregão da manhã atingiu os R$ 620,22 milhões e a projeção para o fim das negociações indica que o volume deverá ficar próximo de R$ 1,40 bilhão.

Avaliando os dados da Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física referente ao mês de setembro, publicada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), muitos investidores aproveitam para rever suas posições. Configurando a pior performance do ano, a produção industrial brasileira registrou um desempenho pior do que o esperado no mês de setembro. A atividade recuou 2% em relação ao mês de agosto e avançou mínimos 0,2% na comparação com igual mês do ano passado.

Esses dados confirmam uma acomodação do nível de atividade ao longo do terceiro trimestre, notícia não muito positiva em um primeiro momento, mas que eleva as expectativas sobre uma possível aceleração do processo de cortes da taxa básica de juro da economia.

Na esfera política, cabe citar ainda que o ex-ministro dos Transportes e atual prefeito de Uberaba (MG), Anderson Adauto (PL), admitiu nesta tarde em um depoimento na CPI do Mensalão ter se utilizado da prática de caixa dois em praticamente todas as campanhas políticas das quais participou, declaração preocupante e que pode prejudicar o governo de forma significativa.

Além disso, as cotações dos ativos são influenciadas pelos dados financeiros trimestrais e perspectivas para os ganhos das empresas no quarto trimestre. Nesta quarta-feira, os investidores refletem sobre os números de CAEMI, Net, Braskem, CPFL, Eletropaulo, Telesp e Contax, além de avaliarem as projeções dos importantes demonstrativos financeiros que serão publicados nas duas próximas sessões, como os de Vale, Petrobras e Unibanco.

Em um dia de muitos eventos, a aprovação da Medida Provisória que cria a "Super Receita" foi bem recebida pelos investidores, assim como a notícia de que o Tesouro Nacional concedeu mandato para a reabertura da emissão externa em dólares em bônus com vencimento em 2015.

Papéis em destaque
Entre os destaques de queda estavam os papéis Eletropaulo PN (ELPL4, -4,01%), Braskem PNA (BRKM5, -3,63%), CRT Celular PNA (CRTP5, -2,86%), Eletrobrás PNB (ELET6, -2,83%) e CAEMI PN (CMET4, -2,77%).

Por outro lado, as ações Contax PN (CTAX4, +6,85%), Contax ON (CTAX3, +4,16%), Itausa PN (ITSA4, +1,98%), Telemig Participações PN (TMCP4, +1,08%) e Tele Centro Oeste PN (TCOC4, +0,93%) encerraram a manhã em alta.

Os maiores volumes ficaram com Vale Rio Doce PNA (VALE5, R$ 78,41 milhões), Petrobras PN (PETR4, R$ 73,30 milhões), CAEMI PN (CMET4, R$ 31,23 milhões), Itaubanco PN (ITAU4, R$ 27,75 milhões) e Vale Rio Doce ON (VALE3, R$ 27,56 milhões).

Bolsas internacionais
Nos Estados Unidos, as bolsas operam praticamente estáveis, com os investidores analisando os resultados trimestrais das empresas e os dados do relatório de estoques de petróleo do país referentes à semana terminada em 4 de novembro, que apontaram mais um forte avanço das reservas de óleo cru.

No plano econômico, será divulgado em instantes o Wholesale Inventories referente a setembro, indicador que mede o nível de estoques e vendas do atacado norte-americano. A expectativa é de variação positiva de 0,3%, abaixo dos 0,5% registrados no mês anterior.

No cenário corporativo, o destaque de queda fica por conta das automobilísticas. Os papéis da General Motors caem 3,21% e os da Ford Motor, 1,94%. Já a Cisco, maior fabricante de equipamento de internet, deverá divulgar seus resultados ainda nesta quarta-feira, após o fechamento das bolsas dos EUA. Suas ações caem 0,84%.

O índice S&P 500, que engloba as 500 principais empresas norte-americanas , opera em leve alta de 0,08% e atinge 1.220 pontos, seguindo esta tendência, o índice Dow Jones valoriza-se 0,06% a 10.546 pontos. Por outro lado, a Nasdaq Composite, que concentra as ações de tecnologia norte-americanas, opera em leve baixa de 0,03% atingindo 2.171 pontos.

No que se refere aos mercados europeus, o índice CAC 40 da bolsa de Paris registra leve baixa de 0,20% e atinge 4.495 pontos; no mesmo sentido, o índice FTSE 100 da bolsa de Londres desvaloriza-se 0,18% a 5.451 pontos. Por outro lado, o DAX 30 da bolsa de Frankfurt opera em leve alta de 0,36%, atingindo 5.027 pontos.

Dólar cai na manhã
No mercado de câmbio, com uma melhora na percepção de risco para ao Brasil, o dólar comercial segue em queda após o governo anunciar mais uma captação no mercado externo. A notícia de que o Banco Central não realizará leilão de "swap cambial reverso", o bom desempenho comercial do país e a percepção de que fluxo de capitais para o país não será interrompido a despeito da alta das taxas de juros nos EUA seguem pressionado a cotação da moeda.

O dólar comercial opera cotado a R$ 2,1710 na compra e R$ 2,1730 na venda, forte baixa de 0,91% em relação ao fechamento anterior. No mercado paralelo, a moeda norte-americana é negociada a R$ 2,4270, representando um ágio de 11,79% em relação ao dólar comercial. Na BM&F, o contrato futuro com vencimento em dezembro operava cotado a R$ 2.188, forte baixa de 1,05% em relação ao fechamento anterior.

Mercado realiza lucros
O desempenho do Ibovespa nesta primeira etapa de negociações foi prejudicado, basicamente, por um movimento de realização de lucros. Avaliando o noticiário corporativo, econômico e político, além do fraco desempenho registrado por Wall Street, muitos investidores aproveitam para rever suas posições.

No decorrer da tarde, como na última sessão, o desempenho do mercado tende a seguir instável, com um comportamento de difícil previsibilidade. No entanto, com o noticiário corporativo e político e a evolução dos principais índices acionários dos Estados Unidos em evidência, o momento de realização de lucros tende a se manter.

Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.