Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

quarta-feira, novembro 23

Dinheiro no bolso e tempo de sobra?

Fernanda de Lima, 03/11/05, InfoMoney


SÃO PAULO - Você já pensou quanto do seu tempo está gastando quando vai ao shopping fazer compras? Deixando de lado o aspecto de lazer, já que, para muitos, consumir é uma forma de diversão, procure refletir quanto suas compras custam em termos do "seu tempo."

Se até agora você não conseguiu controlar o seu impulso consumista, analisando apenas o impacto financeiro das suas decisões, talvez esteja na hora de tentar entender o custo pessoal da sua decisão.


Quando tempo é dinheiro
Você compraria um tênis novo se soubesse de antemão que ele lhe custaria o equivalente a cinco horas de sua vida? A menos que você seja um apaixonado por esportes, a resposta provavelmente seria negativa.

Afinal, a perspectiva de ter todo este tempo livre em mãos parece um sonho diante da sua rotina, cada vez mais agitada. Quem não conhece o ditado: tempo é dinheiro. A questão que fica, portanto, é entender quanto custa o seu tempo. É a este conceito que me refiro, quando falo do custo pessoal de uma decisão de consumo.

Quanto vale sua hora?
Mas, como medir o seu custo pessoal? Em um primeiro momento, você poderia considerar que o custo da sua hora equivale ao seu salário por hora. Ou seja, se você ganha R$ 2.500,00 por mês e trabalha 40 horas por semana, assumindo que um mês tenha 4,5 semanas, pode-se estimar seu salário/hora em R$ 13,88.

Porém, esta conta não inclui o tempo e o dinheiro que você gasta para ir ao trabalho. Além dos gastos com transporte, é importante considerar os gastos com alimentação, roupas de trabalho, com babá ou outro sistema de suporte, uma vez que seu bebê não pode ficar sozinho.

Procure estimar o quanto estas despesas somam no período de um ano, e deduza este montante do seu rendimento líquido anual (aqui, incluindo férias e 13º salário). Feito isso, divida este montante pelo número de horas que você trabalha em um ano. Mas não se esqueça de incluir na sua conta todas as horas que você gasta com o trabalho, porque tem que viajar no final de semana para uma conferência, ou porque tem que trabalhar para entregar um projeto etc.

Fazendo as contas
A título de ilustração, vamos assumir que o seu salário líquido seja de R$ 2,5 mil e que tire suas férias integralmente todos os anos. No decorrer de um ano você recebe R$ 33,3 mil (o que inclui 13 salários, mais o abono de 1/3 de férias). Mas, para tanto, gasta em média R$ 550 por mês, ainda que tire férias de 30 dias.

Para facilitar as contas, assumimos que, no mês de férias, o que você economizaria com transporte e alimentação (por exemplo), acabaria gastando com as férias. De forma que o custo de trabalhar é de R$ 6,6 mil no ano e que seu retorno líquido do trabalho é de R$ 26,73 mil.

Agora é hora de calcular o número de horas que trabalhou no ano. Assumindo que trabalhe 40 horas por semana e que faça 10 horas/extras por mês, pode-se estimar que nos 11 meses em que está trabalhando (pois em um você está de férias), você acumulou 190 horas por mês (assumindo 4,5 semanas no mês) e 2.090 horas no ano. Com esta informação, você já pode estimar o seu custo/hora, que no caso é de R$ 12,79/hora, abaixo, portanto, do que havia estimado inicialmente.

Gastando com consciência
É somente através destas contas detalhadas que você consegue ter uma idéia exata do quanto sua hora efetivamente custa. Quando você se conscientiza de que está trabalhando por R$ 12,79/hora, fica mais difícil gastar, por impulso, R$ 50,00 em uma camiseta que você achou "bonitinha". Afinal, ela custaria quase quatro horas de trabalho!!

Imaginar que você teve que dedicar tanto do seu tempo para algo que hoje nem se lembra de ter comprado, certamente pede uma reflexão e exige uma mudança de atitude. Se você conseguir rever seus hábitos e passar a viver sob esta nova ótica de consumo, certamente o resultado disso será mais dinheiro no bolso e mais tempo livre para você. Vale a pena tentar!


Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.