Últimas 100 Atualizações do Website via Twitter:

Pesquise todo o conteúdo do website Horus Strategy abaixo:
Loading

domingo, novembro 6

CVRD

CVRD anuncia expansões de capacidade em bauxita e alumina

Rio de Janeiro, 04 de novembro de 2005 - A Companhia Vale do Rio Doce
(CVRD) informa que foram aprovados os desenvolvimentos dos módulos 6 e 7 da
refinaria de alumina de sua subsidiária ALUNORTE - Alumina do Norte do
Brasil (Alunorte), e da segunda fase da mina de bauxita de Paragominas,
ambas situadas no estado do Pará, Brasil.

A construção dos módulos 6 e 7 da refinaria, cada um com capacidade de
produção anual de 935 mil toneladas de alumina, resultará em aumento da
capacidade nominal de produção da Alunorte para 6,26 milhões de toneladas
anuais (Mtpa), que desse modo se consolidará na posição de maior e mais
moderna refinaria de alumina no mundo.

O valor total do investimento é estimado em US$ 846 milhões, o que implica
em capex por tonelada de capacidade bastante competitivo, mesmo diante da
elevação de preços de equipamentos e da apreciação do real frente ao dólar
norte-americano. O cronograma do projeto prevê início da produção para o
segundo trimestre de 2008.

Atualmente, estão sendo desenvolvidos os módulos 4 e 5 da refinaria, o que
proporcionará ampliação de sua capacidade nominal de produção de 2,5 Mtpa
para 4,39 4 Mtpa. O início da produção desses módulos está programado para
o primeiro trimestre de 2006, prevendo-se a conclusão do ramp-up para o
terceiro trimestre de 2006.

O investimento previsto na segunda fase da mina de Paragominas, que
expandirá sua capacidade de produção para 9,9 Mtpa de bauxita, está
estimado em US$ 196,1 milhões. A conclusão desse projeto está prevista para
o segundo trimestre de 2008.

A primeira fase de Paragominas, que terá capacidade de produção de 5,4
Mtpa, encontra-se atualmente em desenvolvimento juntamente com a construção
de um mineroduto de 244 km de extensão para transporte da bauxita produzida
desde a mina até a refinaria de alumina em Barcarena, no estado do Pará. O
mineroduto, o primeiro no mundo para a movimentação de bauxita, está
dimensionado para uma capacidade de produção de 14,4 Mtpa, o que será
alcançado na terceira fase de Paragominas. O início da produção da mina
está previsto para o primeiro trimestre de 2007.

Os dois projetos aprovados são consistentes com a estratégia de negócios da
CVRD para o alumínio, cujo foco é no crescimento orgânico de ativos no
upstream da cadeia produtiva, baseado no aproveitamento de suas reservas de
bauxita de alta qualidade e na capacidade de produção de alumina a custos
extremamente competitivos no mercado global.


Bookmark and Share

0 Comments:

Postar um comentário

<< Home

Copyright © 2002 / 2014 HorusStrategy.com.br. Horus Strategy é marca registrada. Todos os direitos reservados.